Maria Miguel von Hafe e Mariana Rebola “Espaço Interrompido”

Exposição coletiva de Maria Miguel von Hafe e Mariana Rebola.”A distância entre o desejo original e a sua concretização é curta. A minha pele transformou-se em tecido permeável e perdi o controlo sobre a forma e o tempo. Os desenhos transbordam-me das mãos, não há possibilidade de conter essa força sem me castrar a mim mesma.
Sinto-me, como tu, num momento fechado em mim própria. O isolamento deu-me esse espaço dentro de uma casa e dentro de mim. No entanto, essa contenção da liberdade
física abriu uma grande arena de liberdade interior. Corro sem medo de cair, e corro porque quero aprender a correr. O músculo que trabalho é a cor, que tinha tanto medo de sequer imaginar. Há quanto tempo pensava eu a preto e branco? Há quanto tempo me manifestava em tons de cinza? À medida que corro o meu corpo muda e os meus olhos crescem. Fico com sede de novas tonalidades e composições. E, de novo, surge a vontade de praticar.”