“Is a Bone a Stone?” Exposição colectiva

IsABone_cartaz

Inauguração || sexta feira 13 || 22h

IS A BONE A STONE?
com

AIDA CASTRO & MARIA MIRE
A. TRINDADE
ANDREIA SANTANA
ANTÓNIO CONTADOR
DANIEL FERNANDES
ELISA PÔNE
HENRIQUE LOJA
NICOLE ZIEGLER
NIKOLAI NEKH

E concerto de BAY ROTTY

—————————————————————————————-

Is a Bone a Stone?
Através de uma pergunta retórica é iniciado um circuito tautológico.
Na tentativa da criação de uma ligação directa e activa com o Museu Geológico de Lisboa e desenvolvendo ideias que, de alguma maneira, possam reflectir sobre o silêncio e circulação mineral, a exposição Is a Bone a Stone desdobra-se entre dois espaços diferentes – a Galeria do Sol no Porto e o Museu Geológico de Lisboa.
Nestes dois espaços, os artistas são convidados a pensar e articular intervenções que possam coexistir em simultâneo, potenciando relações de complementaridade e dependência, como tudo o que dá inicio à prática geológica.

Rigor / Excesso / Caos

primeiro:
Todo o rigor é rigoroso
Todo o excesso é excessivo
Todo o caos é caótico

segundo:
o rigor do excesso é excessivamente rigoroso
o excesso do rigor é rigorosamente excessivo
o rigor do caos é excessivamente caótico
o excesso do excesso é caoticamente rigoroso
(…)
não se notando contradição
entre rigor excesso e caos
o amor do rigor é amor excessivo
o amor do excesso é rigor excessivo
amor do caos é excesso excessivo
quando tudo é aberto
em flagrante contradição
………………………………………
………………………………………
e se
o rigoroso rigor
produz um excesso
caoticamente excessivo
o rigor do rigor
é o excesso de estar vendo
nos três lados do espelho
simulação intolerável
do ego
do erro
do eco
ou
UM OSSO
_
in Entre o rigor e o Excesso: Um Osso. E.M. de Melo e Castro

Exposição patente de 13 Janeiro a 18 Fevereiro
Inauguração 13 Janeiro (sexta feira) às 22h