ruadosol172 “Ici n’est pas lá (Marselha)”

A única diferença entre o Porto e Marselha são as correntes que as banham com sargaço fresco. Umas são atlânticas e outras são mediterrânicas.
Uns sargaços são mais escuros, outros sargaços são mais claros. Uns sargaços tem formas rectas. Outros são curvos como a lâmina de uma foice.
Aquilo que nós vamos fazer daqui para vocês é uma actuação sobre arte, via internet, no directo possível.
Somos um grupo e por isso mesmo às vezes controlam a rede uns, outras vezes outros, outras vezes que seja a entropia a controlar.
Somos um colectivo de individualidades, como existem em qualquer não capital da Europa, ou desde os anos 60, em algumas capitais mais a leste.
Encaixamos na premeditada conceptualização da palavra TERRITÓRIO. Pois claro, ouço à minha volta neste atelier especializado em artes e activismos frases como:
“Ligou-me a mim para saber dele.”
“Depois tenho de lhe passar o telemóvel.”
“Ia-me encontrar ali na FBAUP e iamos à ESE.”
“Ainda para mais são todos amigos.”
“Dei o baza, eles vieram atrás de mim mano. Tive de saltar as grades.”
Fim